in

ENTREVISTA: Fred do canal Desimpedidos fala sobre esportes, parques e a cidade de Orlando

Conversamos com o youtuber mais “toppen” do momento

Fred Desimpedidos

Chegou a hora de mais uma entrevista super especial aqui no MaisOrlando! Desta vez, a conversa é com o Fred, uma das estrelas do canal Desimpedidos no Youtube. Este ano, em janeiro, ele passou suas férias na cidade e não poderíamos deixar de saber como é sua visão sobre Orlando.

Fred (que na verdade se chama Bruno), é um cara que conquistou uma legião de fãs por falar de uma forma simples e descontraída sobre a grande paixão dos brasileiros, o futebol.

Eu que sou muito fã de esporte, acompanho o canal há bastante tempo e adoro o olhar que eles tem sobre o futebol, até porque a gente pode sim levar as coisas para um lado mais leve, sem tantas regras e rigidez.

Abaixo você vai entender o motivo de tanto sucesso, vale a leitura tá?

Nós aqui no site somos fãs do seu trabalho e do Desimpedidos! Mas para quem ainda não te acompanha, quem é e como se descreve o Fred?

Eu me descrevo um “youtuber” que fala de futebol de um jeito descontraído, de um jeito que o adulto fala em um bar, do jeito que a criança fala na escola, do jeito que o jovem fala na faculdade. Muita gente me pergunta se eu sou jornalista esportivo, eu acho que é quase que o contrário porque a gente não dá tanta informação, é mais entretenimento. Então eu falo que a gente faz entretenimento esportivo.

Quem te acompanha nas redes sociais, viu que você estava em Orlando para a Flórida Cup. O que você mais gosta na cidade? 

Não tenho dúvidas que são os parques. Realmente das duas vezes que eu estive em Orlando, aliás três vezes, eu consegui aproveitar bastante os parques. (Graças a Deus eu tô viajando bastante pelo mundo!).

A gente não consegue encontrar em outro lugar, um local que chegue nem perto desse tipo de entretenimento. Eu tive a oportunidade de levar a minha irmã na última vez que eu estive em Orlando e foi bom porque me lembrou a sensação de ir nos parques pela primeira vez.

Realmente é algo incomparável com qualquer diversão, com qualquer tipo de entretenimento no mundo. Eu ainda sou meio viciado em adrenalina então eu entro no parque parecendo uma criança de nove anos e saio parecendo uma criança de sete anos, querendo voltar todos os dias.

Falando de futebol, vimos em um vídeo você no meio da torcida do Orlando City! Quais as principais diferenças que você percebeu tanto no modo americano de “torcer” como de “jogar”?

Entre o futebol em Orlando e no Brasil, eu acho bem diferente o nível técnico dos jogadores, me perdoem mas é realmente muito diferente. É difícil você ver uma grande troca de passes.  Por favor não me xinguem!

Realmente o nível técnico é muito diferente, mas a partida é divertida. Em contra-partida, estar na torcida do Orlando City foi uma das melhores experiências do futebol que eu tive, é uma das melhores torcidas do mundo. E olha que é uma liga que vem crescendo, não é uma liga ainda tão tradicional no mundo do futebol e realmente me surpreendeu.

Eu até comentei em um dos vídeos na minha passagem por Orlando que a torcida do Orlando City é muito melhor do que qualquer torcida do Brasil. Porque independente do resultado, da situação do jogo e da situação do time eles apoiam o tempo todo, e eu nunca vi no mundo inteiro uma torcida desse jeito, que apoie os noventa minutos de forma imparável. Isso me chamou bastante atenção e é até um exemplo a ser seguido pelas torcidas do Brasil.

Já como espectador, o que você diria a quem gostaria de ir num jogo do Orlando City ou do Orlando Magic (o time da NBA da cidade)? Vale a experiência?

Com certeza é muita válida, independente se você é amante do esporte ou não. Pra quem é amante do esporte principalmente, porque eu particularmente sou apaixonado pelo futebol desde do primeiro dia da minha vida e quando eu era um pouquinho mais novo também por volta dos dez, onze anos, comecei a me apaixonar pelo basquete, pelos outros esportes americanos em geral. E foram experiências muito legais.

Do Orlando City, mesmo para quem não gosta de futebol, antes do jogo tem uma marcha que eles fazem, que eu fiquei impressionado e fiquei até levemente emocionado (não que seja muito difícil, porque eu fico emocionado à toa) mas eles tem uma marcha dá torcida organizada que tem uma fumaça roxa que vai todo mundo caminhando pro estádio então é bem legal mesmo quem não é fã de futebol, vê aquilo acha legal com certeza. O estádio é confortável, então é um programa muito divertido para se fazer com a família, com os amigos, namorada enfim.

Sobre o Orlando Magic me chamou atenção o tanto de entretenimento que tem dentro do ginásio, o jogo tem hora que acaba até ficando em segundo plano. O pessoal vai na loja que tem lá, vai nos lugares que dá pra beber uma cerveja, tem os camarotes que são muito legais (eu tive a oportunidade de ir em um), tem os lugares para comer então é tudo muito legal. Fora que os enfeitos sonoros, a iluminação, o jeito que o narrador fala e também por ser o maior basquete do mundo, então realmente é um programa que todo mundo deve fazer.

Nesta sua última viagem, sua irmã também foi né? Se divertir em família é diferente?

Sim, fiquei muito feliz de poder levar a minha irmã dessa vez e é diferente sim, porque eu virei meio que um guia. Se fosse a primeira vez, tanto minha quanto dela talvez os dois ficariam talvez compartilhando suas primeiras impressões, mas como eu já havia ido à Orlando duas vezes, eu fiquei meio como um guia.

Eu quis mostrar pra ela o que melhor a cidade tem para oferecer e acredito que eu consegui, até porque já se passaram alguns meses, mas eu e minha irmã ficamos comentando das coisas que aconteceram lá até hoje. Assim realmente nos marcou. A gente sempre quis fazer uma viagem juntos e tivemos muita sorte de ter aparecido a oportunidade de ser Orlando e ficamos muito felizes com isso.

Tanto que quando estávamos em Orlando, a gente já começou a planejar para levar o resto da família, levar meu pai e minha mãe para fazermos uma viagem nós quatro em Orlando. Quem sabe ano que vem em Janeiro, que é quando eu tiro minhas férias.

Um dos vídeos seus em Orlando que mais nos chamou a atenção, foi seu encontro com o Ronaldinho Gaúcho na Disney. Aquela terra é mágica mesmo? 

Com certeza Orlando é mágico. Orlando Magic hehehe, o nome do time de basquete tem tudo a ver mesmo com a cidade porque ali realmente você esquece da vida, você tá num mundo irreal mas é o lado positivo disso. Você esquece de todos os seus problemas quando você vai nos parques e vê aquelas cidades cenográficas, a segurança que a cidade te oferece, a tranquilidade, dificilmente você pega trânsito, tudo é de fácil acesso.

E encontrar com o Ronaldinho em um parque da Disney, para mim foi algo incrível, algo que tá marcado na minha vida pra sempre. Acho que foi uma das primeiras vezes que eu chorei mesmo no canal porque eu tava bastante pressionado não pelo público, não pelos meus chefes mas era uma pressão interna que eu criei em mim mesmo.

Até porque foi a minha primeira viagem internacional sozinho a trabalho para produzir um conteúdo para canal e quando eu encontrei o Ronaldinho, eu pensei “Pô logo entregando um vídeo com o Ronaldinho”, que até então ele não tinha aparecido no Desimpedidos ainda. Então naquele momento eu desabei porque se até alguém chegasse pra mim há quatro, cinco anos atrás falando olha você vai encontrar o Ronaldinho Gaúcho na Disney, eu falava sacanagem né! Parece muito absurdo, parece muito mágico então com certeza foi um momento incrível que eu vou guardar pro resto da minha vida e vou continuar contando para todo mundo.

PS – O encontro foi no parque Magic Kingdom, confira no vídeo:

Para finalizar, trazemos nosso já conhecido “bate bola”, que no fim desta vez, é quase outra entrevista. Mas adoramos tá Fred!

Época do ano: Janeiro, das três vezes que eu fui, duas foram em janeiro e foi muito legal.
Parque: Universal. O Magic Kingdom é legal, mágico, mas acredito que é para um público mais infantil.
Atração: “Rock It” na Universal. Me diverti muito todas as vezes que tive lá.
Personagem: Pateta. Sempre fui muito fã e foi legal conhecer ele pessoalmente.
Loja:  Difícil porque sou bem consumista, eu consigo comprar bastante então gosto dos “outlets” como um todo. Mas se tivesse que indicar uma a Adidas né hahahahaha…
Fast Food: “Five Guys”. Foi a primeira vez que eu comi no “Five Guys” e é muito legal. O “McDonald’s” é “hors concour” seria até meio óbvio falar mas fico com o “Five Guys”.
Não pode faltar na mala: Difícil mas vou falar. O celular, para você tirar foto de tudo e registar todos aqueles momentos que você passa nos parques, e principalmente a carteira é importantíssima.
Time de futebol nos Estados Unidos: Orlando City óbvio! Eu acho que conheci três ou quatro, mas o Orlando City foi a experiência que eu tive no meio da torcida e foi muito boa. Os funcionários de lá, eu acabei fazendo até amigos e me trataram muito bem. Tenho muita vontade de voltar inclusive.
Orlando em uma palavra: Diversão.

Se você ainda não segue o Fred nas rede sociais, tá perdendo tempo, corre lá: Instagram / Twitter / Facebook e claro, no Youtube no canal do Desimpedidos

O canal inclusive fez diversos vídeos na Florida Cup deste ano, então aproveite e não deixe de conferir, vale muito a pena. Abaixo o primeiro vídeo da cobertura e neste link você pode conferir todos os outros.

Veja Também:
Os melhores descontos a sua viagem você encontra aqui!
+ MLS: Calendário de jogos do Orlando City em 2018
+ NBA: Calendário de jogos do Orlando Magic em 2018

Gostou? Não deixe de entrar para nossa lista exclusiva de dicas, notícias e promoções. Junte-se a milhares de pessoas que assinam o +OrlandoNews! Você pode inserir seu e-mail abaixo ou acessar a página de cadastro aqui.

Foto de capa: Creke Aires @crekeaires
Demais fotos: Instagram / Arquivo pessoal (Uso autorizado). Todos os direitos reservados

Leia mais Entrevistas